SindiTabaco recebe Comenda do Comando Ambiental da Brigada Militar

Homenagem foi entregue ao presidente Iro Schünke e ao assessor de Relações Institucionais, Sérgio Rauber.

0
Sérgio Rauber, o tenente-coronel Vladimir Luís Silva da Rosa e Iro Schünke

O presidente do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco), Iro Schünke, e o assessor de Relações Institucionais da entidade, Sérgio Rauber, receberam nesta quinta-feira, 14 de outubro, a Comenda do Comando Ambiental da Brigada Militar (CABM). Eles estiveram entre os agraciados da homenagem direcionada a pessoas que são singulares à causa ambiental.

A distinção foi concedida pelo comandante do Comando Ambiental, o tenente-coronel Vladimir Luís Silva da Rosa, em cerimônia ocorrida em Porto Alegre. Na ocasião, ao falar da atuação do Comando Ambiental, o tenente-coronel enfatizou a importância das entidades e instituições que são parceiras das ações da Brigada Militar em favor do meio ambiente.

Conforme Iro Schünke, o recebimento da Comenda da Brigada Militar é mais um incentivo para a continuidade das ações do setor na promoção da preservação do meio ambiente. “O reconhecimento significa que estamos no caminho certo e nos motiva a avançar cada vez mais”, comenta o executivo. O SindiTabaco realiza diversos programas ambientais e apoia iniciativas da comunidade que visam a preservação e recuperação dos recursos naturais.

Entre as atividades do setor, está o incentivo ao plantio de espécies florestais energéticas visando a proteção da mata nativa. O fomento ao cultivo de eucaliptos tornou os produtores autossustentáveis em lenha para a cura do tabaco e, atualmente, 25% da área das propriedades produtoras é coberta por florestas. Além disso, através do projeto Ações pela Sustentabilidade Energética, em parceria com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), novos conhecimentos estão sendo colocados a serviço do bom desempenho das florestas energéticas.

Outra ação do setor foi a redução no uso de agrotóxicos na cultura do tabaco. Com altos investimentos em pesquisa e desenvolvimento de produtos mais eficientes e de técnicas de cultivo mais apropriadas, houve redução na quantidade de defensivos usados, chegando-se a apenas 1,01 quilo de ingrediente ativo por hectare de lavoura. Atualmente, o tabaco está entre as culturas comerciais agrícolas com menor utilização de agrotóxicos, condição comprovada por diversas pesquisas, como o estudo da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq/USP) e dados do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg).

O setor é também pioneiro em logística reversa. Através do Programa de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos, há 21 anos é realizada a coleta itinerante dos recipientes usados nas propriedades produtoras. Atualmente são cerca de 1,8 mil pontos em 395 municípios do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, beneficiando 113 mil produtores rurais.

Há ainda ações pela preservação do solo e água, como o incentivo ao uso de práticas conservacionistas. Dessa forma, nos últimos 13 anos a aplicação do plantio direto e cultivo mínimo subiu de 17% para 76% e o plantio convencional reduziu de 83% para 24%.

A COMENDA – A Comenda do Comando Ambiental da Brigada Militar visa homenagear personalidades, órgãos e entidades públicas e privadas que se distinguiram por suas relevantes contribuições prestadas ao Comando Ambiental da BM. Em 2021, para evitar aglomerações, foram realizadas seis cerimônias em datas diferentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here