Primeira parcela do 13° injeta ânimo na economia e comércio local

Expectativa do setor de confecções é que os trabalhadores aproveitem o benefício para atualizar o guarda-roupa

0

A chegada de dezembro traz consigo muitos sentimentos e também muitos boletos. Nessa época é comum incluir no orçamento as comemorações de final de ano, viagens de férias e logo a frente o IPVA, IPTU, material escolar, entre outros. A expectativa do presidente da Associação do Comércio e Indústria de Candelária (Acic), Clairton Kleinert, é de que o fim de 2021 sacramente a retomada na economia do comércio, que sofreu quedas drásticas em 2020 por conta da pandemia. E o contexto tem se mostrado propício para isso.

Kleinert aponta que nesse período, somente o pagamento da folha salarial da prefeitura deve injetar cerca de R$ 5 milhões no comércio, além disso, o resultado das compras antecipadas de tabaco pelas empresas fumageiras, logo deve impactar positivamente a economia de Candelária. “Com o décimo terceiro, o valor que circula no comércio dobra. No início do mês o trabalhador já recebe o pagamento de novembro, recebe o décimo terceiro e ainda pode receber os pagamentos de dezembro adiantado. Tudo isso vai girar valores expressivos no comércio local em dezembro. Esperamos que o dezembro de 2021 seja bem melhor que o de 2020”, afirma.

O presidente da Acic destaca que as restrições da pandemia desincentivaram os consumidores a comprar itens de confecção e vestuário, geralmente destinados a eventos sociais. “Como no ano passado não podiam fazer nada, não havia porque comprar roupas novas. Agora com as flexibilizações, certamente irão adquirir novos produtos e isso movimenta o setor de confecção, calçados e roupas”, explica.

Essa é a expectativa de Cássio Vaz Ribeiro, gerente da Loja Dorinho. Ele conta que está com bastante otimismo para as vendas de fim de ano que já foram intensificadas com a Black Friday. “Acreditamos que será um bom final de ano. Temos bastante demanda reprimida no verão porque houve poucas vendas no ano passado, então vai ser preciso renovar o guarda-roupa. Além disso, a volta das festas que era algo bastante esperado, deve incrementar as vendas”, avalia.

Apesar do contexto da pandemia, o gerente avalia que o ano de 2021 obteve um bom desempenho, superior inclusive ao ano de 2019. Por isso, as vendas de dezembro devem encerrar as atividades da loja em 2021 com chave de ouro. O décimo terceiro sempre gera expectativa e resultado, pois influencia bastante nas vendas de dezembro, que é o nosso principal mês”, projeta.

Consumidores já se planejaram

Para a coordenadora de vendas da Policred, Carla Pereira, a primeira parcela do 13º salário será destinada para pagar as contas que, devido a inflação, passaram a ocupar um lugar ainda maior no orçamento pessoal. “Todo dinheiro é bem-vindo e o 13° veio em boa hora. O aumento dos preços impactou bastante o meu orçamento. Acredito que este ano tenha sido difícil para todos”, destaca.

Ela ainda tem pensado em qual será o destino da segunda parcela, mas espera que consiga fazer uma reserva em caso de necessidade e também investir um pouco no lazer. “Temos que pensar um pouco em nós mesmos, e se der investir um pouquinho em nosso bem-estar e lazer. Por isso, se sobrar um pouco pretendo fazer umas comprinhas”, conta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here