Prefeito justifica retirada dos projetos do magistério

0
Prefeito Nestor Ellwanger apresentou justificativa para retirada dos projetos sobre o plano de carreira dos professores - Crédito: Divulgação / Prefeitura

O prefeito Nestor Ellwanger (Rim) justificou a retirada dos projetos de lei estabelecendo mudanças no plano de carreira do magisério. Em nota enviada pela assessoria de imprensa da prefeitura no final da tarde de quinta (19), o chefe do executivo afirmou ter o máximo respeito pela classe dos professores, sustentando não ser correta a afirmação de que o município não valoriza a categoria. A maior prova disso, conforme sustenta, é que os professores municipais recebem, na média, os maiores salários da região, havendo casos superiores a R$ 10.000,00 e até a R$ 12.000,00. “Vários ganham mais que professores universitários”, ressaltou.

O prefeito Rim reconheceu que no aspecto político os projetos apresentados trouxeram desgaste à imagem do governo. Mas argumentou que como gestor, não pode levar em conta a política, se perde ou ganha votos, uma vez que deve pensar no interesse maior da população.”Infelizmente, nesta discussão prevaleceu a mobilização dos professores, principalmente através das redes sociais”, observou. Para ele, a opinião pública em geral ficou mal informada em relação a toda essa situação. Por isso, decidiu retirar os projetos que, reconhece, não seriam aprovados.

Conforme o prefeito, a população não sabe, por exemplo, que o município já paga em torno de R$ 3 milhões anuais de dívidas com professores, resultantes de períodos anteriores ao seu governo. Ainda segundo o prefeito, a matéria relacionada ao piso instituído por uma portaria do governo federal ainda gera grande insegurança jurídica. “Para grande parte dos nossos professores, o município já paga bem mais do que o piso”, enfatizou o prefeito, que reitera o alerta de que o município não tem orçamento e nem recursos para pagar um aumento de mais 33%. “Se prevalecer esse aumento, a saúde financeira do município ficará seriamente comprometida, prejudicando serviços e novos investimentos”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui