Esther Spengler não é mais a secretária de Educação de Candelária

Esther esteve à frente da pasta desde o início do segundo mandato do prefeito Paulo Butzge, em janeiro de 2017.

0
Foto: Arquivo/JC

O governo Paulo Butzge teve mais uma baixa nesta quarta-feira (13). Dessa vez foi Esther Spengler que solicitou exoneração do cargo de secretária de Educação.

Um dos motivos de sua demissão foi o interesse em agilizar o processo de aposentadoria, já que é servidora concursada pelo Estado, que enfrenta instabilidade com o funcionalismo. A aposentadoria poderia ter sido encaminhada já no ano passado, mas como estava no cargo de secretária acabou protelando. Outro motivo é de ordem política. Filiada no PSDB, decidiu acompanhar o desembarque tucano do governo municipal, ocorrido no mês passado.

Esther esteve à frente da secretaria de Educação desde o início do segundo mandato do prefeito Paulo Butzge, em janeiro de 2017. “Agradeço a confiança do prefeito que confiou muito no trabalho e em minhas ideias. Acredito que contribuí sim com a educação do município e sei que fiz o que podia e que há ainda muito a se fazer”, ressalta.

Hoje foi o último dia de trabalho como secretária. Como conquistas importantes, Esther ressaltou a revisão do plano de carreira do magistério e a criação da Emei Candina e da Emei Rio Branco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here