Dois homens são presos pela Lei Maria da Penha

0

A Brigada Militar efetuou duas prisões com base na lei Maria da Penha nessa semana. O primeiro caso ocorreu no final da tarde dessa terça-feira (13), quando um homem de 50 anos foi preso pelo crime de ameaça e danos. Ele não estaria aceitando a separação e promoveu um quebra-quebra na residência que o casal vivia. O caso ocorreu na Rua Presidente Médici, no Bairro Ewaldo Prass. O homem deu início às importunações contra sua ex-companheira na manhã de terça, quando teria proferido ameaças de morte.

A mulher de 45 anos, com medo, foi até a Delegacia de Polícia, onde além de registrar ocorrência, solicitou medidas protetivas contra o ex-marido com quem possui uma filha de 14 anos. Horas mais tarde, por volta das 14h40, o homem teria invadido a casa e quebrado móveis e utensílios domésticos, além de novamente ameaçar a mulher e a filha do casal. Assustada com o ataque, a ex-companheira acionou a Brigada Militar, que foi até o local e deteve o indivíduo. Segundo os policiais, o suspeito estava totalmente embriagado. Além de atirar móveis para frente da residência, como cadeiras, camas e mesa, teria queimado alguns objetos e afirmado que iria incendiar a casa.

Diante da situação, os PMs deram voz de prisão ao homem e o conduziram até a delegacia. Ele foi atuado em flagrante por ameaça e danos no contexto da Lei Maria da Penha. O delegado titular da DP de Candelária, Rodrigo Marquardt da Silveira, arbitrou fiança no valor de R$ 3 mil. Como a quantia não foi alcançada, o homem foi conduzido ao Presídio Estadual de Candelária onde segue preso. A Polícia Civil foi até a residência do casal e realizou levantamento fotográfico da destruição promovida pelo homem, para embasar a solicitação de medidas protetivas na Justiça. De acordo com o delegado, o suspeito já possuía histórico de violência doméstica, com várias ocorrências registradas por sua ex-companheira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui