Candelária dá início ao projeto que auxilia as famílias em vulnerabilidade social

O Mesa Solidária distribui semanalmente cerca de 400 pratos para os mais carentes de quatro bairros da cidade

0

O projeto Mesa Solidária que tem ajudado a combater a fome no município, foi retomado este ano com a chegada dos dias mais frios. As refeições começaram a ser entregues na última terça (10), no bairro Ewaldo Prass. A ação é uma iniciativa de Cleonice Medeiros, esposa do prefeito Rim, que vai levar alimento quentinho e no capricho aos mais carentes. A estimativa é servir semanalmente 400 pratos para as famílias em vulnerabilidade social. A distribuição dos pratos acontece entre terças e sextas-feiras, a partir das 11h percorrendo os quatro bairros da cidade, até o final do inverno.

Segundo a idealizadora e participante ativa do projeto, Cleonice, a alimentação é elaborada na cozinha comunitária do Bairro Ewaldo Prass, e preparada com produtos de primeira qualidade, todos doados por parceiros, supermercados, padarias, açougues e comunidade em geral, inclusive, do interior do município, “O que garante uma boa refeição pelo menos uma vez por semana”, afirmou. “Esse projeto viabiliza atender muitos carentes da nossa cidade, mas minha maior preocupação é com os idosos e com as crianças, pois estes não podem trabalhar e precisam da nossa atenção”, destaca.

Cardápio – O preparo das refeições é realizado por duas funcionárias da prefeitura, junto à Cozinha Comunitária do bairro Ewaldo Prass. A responsável pelo tempero que alimenta os mais carentes e pela organização da cozinha é Liane Carvalho de Souza, 48 anos, que trabalha há anos nesse projeto. “É gratificante ver no rosto das pessoas a satisfação em receber um alimento quentinho e de boa qualidade”, frisou a cozinheira. A outra cozinheira, é Inéia Faber, 40 anos, que também se sente muito feliz por trabalhar com uma ação que faz a diferença na vida das pessoas.

Para receber o alimento, cada pessoa leva o recipiente do tamanho que achar necessário e suficiente para alimentar os integrantes da sua família. De início, o cardápio servido é composto por uma alimentação mais completa, com arroz, feijão, batata, mandioca, massa e molho. Em seguida, será servido o tradicional sopão bem quentinho e saboroso.

Em entrevista a reportagem do JC, a dona de casa Leonice dos Santos, 44 anos, moradora do bairro Ewaldo Prass, conta que além de ser uma grande ajuda em tempos tão difíceis, o projeto solidário já se tornou um costume todos os anos na comunidade. “Todos nos tratam muito bem aqui, nos sentimos acolhidos e respeitados, sem falar no capricho das cozinheiras”, elogiou.

Fique por dentro

Cronograma da distribuição das refeições:

>> terças-feiras: bairro Ewaldo Prass

>> quartas-feiras: bairro Marilene

>> quintas-feiras: bairro Rincão Comprido

>> sextas-feiras: bairro Princesa

*Não há previsão para encerrar o projeto. Tudo depende das doações que são feitas pela comunidade em geral. Toda doação que tiver do interior do município, a equipe do Departamento da Cidadania e Paisagismo se coloca à disposição para buscar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here