Bem Viver vai abrir rotas de acesso à BM

Empreendimento, no centro da cidade, irá oferecer novas vias de acesso com a abertura de duas novas ruas.

0

O loteamento Bem Viver Candelária, que será construído pela ITV Urbanismo no bairro Nova Germânia, além de ocupar de forma organizada uma área nobre e central da cidade, vai abrir novas alternativas de trânsito para a 4ª Companhia do 23º Batalhão de Polícia Militar (4ª Cia do 23º BPM), que hoje só conta com uma via de acesso. Com o prolongamento da rua Arnaldo Schilling e a abertura de outras duas ruas, o efetivo da polícia vai conseguir desempenhar suas funções de forma mais rápida e segura.
Até então, para fazer o policiamento, as viaturas precisam ir até a avenida Marechal Deodoro, para depois chegar à rua Borges de Medeiros e assim chegar a todos os pontos de Candelária. Com o prolongamento da Arnaldo Schilling, os policiais não precisarão dar mais tanta volta e terão mais opções de acesso. “É uma obra muito bem-vinda, porque é muito ruim termos apenas uma via de acesso à cidade”, afirmou o comandante da 4ª Cia, capitão Ricardo Antônio Mori.

De acordo com o secretário municipal de administração de Candelária, Dionatan Tavares, além da falta de alternativas de trânsito para a Polícia Militar ser um risco à própria segurança da cidade, as novas vias vão melhorar a mobilidade do próprio cidadão, que passará a morar ou acessar o novo empreendimento lançado nessa semana. “A parte mais interessante é a ocupação urbana, porque havia um vazio urbano no centro da cidade, que vai ser aproveitado de forma organizada e com uma contribuição social, que é a construção de um parque. Sinal de que a cidade está crescendo, fazendo frente também para o desenvolvimento econômico, o turismo e outras áreas”, disse Tavares.

O parque a que Tavares se refere terá quase duas vezes o tamanho da praça Alberto Blanchard da Silveira, dando novas possibilidade de lazer para toda a população. Será uma área de 13.408,40 m², sendo 6.896,38 m² de área de preservação permanente. No local, serão construídos equipamentos urbanos e de lazer. “Nos inspiramos na própria cidade e aproveitamos ao máximo tudo que já tinha lá, como muitas árvores frutíferas e o açude”, disse Daniella Resende, gerente de arquitetura da ITV Urbanismo, responsável pelo projeto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here